Sintcvapa
Trabalhadores aguardam resposta sobre aumento

10420223_981470821864575_7666262369635361561_nO Sindicato dos Trabalhadores em Supermercados do Estado do Pará (Sintcvapa) aguarda uma posição sobre o aumento de salário para a categoria até as 18 horas desta quarta-feira (15). Se a Associação Paraense de Supermercados (Aspas) não der retorno favorável até hoje, os trabalhadores farão uma paralisação por tempo indeterminado a partir desta quinta-feira (16). A medida vale para as lojas de Belém e Ananindeua.

De acordo com Sintcvapa, a categoria reivindicava um aumento de 20%, piso profissional de R$ 1.100,00, tícket alimentação de R$ 300, além da redução da jornada de trabalho de 42 para 40 horas semanais, entre outros itens. Porém, os donos de supermercados propuseram aumento de 7,89%, o mesmo aumento de reposição de inflação concedido pelo governo ao salário mínimo.

A medida não foi aceita pela categoria, que fez uma contraproposta pedindo aumento de 12%. A categoria aguarda resposta.

O presidente do Sintcvapa, Antônio Caetano, diz que os donos de supermercados têm condições de conceder o aumento pedido pelos trabalhadores de 20% e piso profissional de R$ 1.100,00. “Esse aumento não é nada diante de tantos aumentos de preços abusivos como na conta de luz, aluguel, cesta básica, combustível”, diz.

Ele acredita que uma das principais redes de supermercados de Belém, somente em 2013, teve faturamento de R$ 1,3 bilhão, além de que, a previsão para 2015 é da instalação de cinco novas lojas no Pará. “Com as novas lojas, o ano deve fechar com um faturamento estimado em R$ 3 bilhões. Então, eles podem conceder os aumentos”, diz o sindicalista.

A Associação Paraense de Supermercados informou ao DOL que ainda não irá se manifestar sobre o assunto, já que o processo está em negociação.

Fonte: (DOL)

Filiado à:
Trav. Francisco Caldeira Castelo Branco, nº493 - Fátima - Belém - Pará. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Assessoria de Comunicação do SINTCVAPA
Contatos: (91) 3269-0900 - sintcvapa@gmail.com